top of page

O agro é TOP


O agronegócio está em alta no Brasil. E, com este crescimento exponencial, o desejo de empreender nesse setor tem sido uma boa oportunidade para quem busca ter o próprio negócio.


Aos que estão atentos ao agronegócio, o interesse em investir em produtos e soluções voltados ao campo vem conquistando cada vez mais espaço no mercado do franchising. Principalmente, por este modelo de negócios facilitar a gestão do empreendimento, pois, é possível operar diretamente de casa, sem mesmo ter a necessidade de se deslocar até o campo.


Muitos destes empreendimentos não exigem dedicação integral e, ainda, permitem o trabalho remoto, possibilitando a conciliação da gestão do negócio com outros afazeres de outro trabalho ou negócio, se tornando uma alternativa para complementar a renda.

Um exemplo disto é a microfranquia, um negócio com menor custo de investimento, que, geralmente, não depende de gastos com instalação. Um grande atrativo para empreendedores que estão chegando agora no mercado.


Segundo levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), esse formato mais enxuto vem tendo crescimento acelerado nos últimos anos. Em 2020, sua participação dentro do franchising foi de 28,9%, já neste ano de 2022, alcançou o patamar de 36,9%. Do ano passado para este ano, a variação do número de microfranquias atingiu 39,8%.


Mesmo com uma capacidade laborativa e econômica enorme, o interior do país ainda não tem um franchising bem explorado no mercado de agronegócio.


E isso acontece porque uma das suas principais características das redes de agronegócio é a possibilidade de o empreendedor comercializar um produto muitas vezes escasso no mercado ou de difícil aquisição pelo cliente final, como é o caso de suplementos alimentares para animais de rebanho ou fertilizantes para produção em larga escala.


Algo que pode ser mudado através de uma microfranquia no setor. Um trabalho feito em home-office, com faturamento atrativo e retorno do negócio rápido.


Neste caso, o franqueado pode atuar com vendas através de call center, comercializando produtos pecuários e para lavouras, direcionados para fazendas, sítios, chácaras e produtores de pequeno, médio e grande porte. Sendo necessário ao empreendedor, apenas o uso de computador, internet e telefone para condução do negócio.


De acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o agronegócio brasileiro teve uma ligeira queda no Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre deste ano, chegando ao acumulado de 2,48%. Esse fator é atribuído a forte alta dos custos com insumos do setor, tanto da agropecuária quanto nas agroindústrias.


Porém, os números ainda são comemorados por especialistas do setor, já que se estima que a participação do PIB total do setor fique por volta de 25,5% em 2022, um pouco abaixo do ano passado, quando o país registrou patamar recorde alcançado em 27,5%.


Para quem deseja ingressar neste mercado promissor e lucrativo, através de um modelo de negócio eficiente e seguro, como o franchising, é necessário contar com um suporte especializado. Como o Ecossistema 300, que com sua expertise de mercado e um ecossistema completo, que vai desde a consultoria à gestão e, também, expansão.



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page