top of page

Crescimento de unidades e redes de franquia


Em balanço recente feito pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), o ano de 2021 indicou um crescimento de 9,1% no total de unidades de franquia na comparação com 2020, e de 6,2% em relação a 2019, totalizando 170.999 operações. A mortalidade foi de 5,5%, retornando a patamares próximos ao período pré-pandemia. Quanto aos repasses, o levantamento indica que houve um ligeiro aumento, de 2,8% no ano passado ante a 2,5% em 2020.


De acordo com especialista do setor, esse expressivo aumento de unidades em operação em um ano ainda bastante impactado pela pandemia se deve à combinação de alguns fatores. Com o cenário um pouco melhor, muitas redes retomaram seus planos de expansão e encontraram profissionais com conhecimento e capital em busca de alternativas de negócio e ocupação. Outro ponto é o aumento de marcas aderindo ao franchising, sendo que algumas delas transformaram outros modelos de parceria em franquias. Com o boom do e-commerce, por exemplo, houve uma maior adesão a franquias home based e virtuais que, de fato, se inserem neste contexto como uma opção de investimento mais baixo e de implantação mais rápida.


Seguindo tendência dos últimos anos, a média de unidades de franquias por rede se mantém em alta. O levantamento da ABF apontou um avanço de 1% nesse indicador no ano passado e de 7,6% em relação a 2019. Este é um dado relevante, pois aponta que as redes estão ganhando mais escala e capilaridade.


Vale ressaltar que houve, também, o aumento no número de redes de franquias. Segundo o balanço de 2021 apresentado pela ABF, houve um avanço de 8,0% em relação a 2020. Com isso, o Brasil totalizou 2882 marcas no ano passado ante 2.668 em 2020.


Para a entidade, é possível observar novas empresas que ingressaram no setor, outras que adotaram novos canais de venda e expansão dos negócios, e, assim, o franchising foi a estratégia escolhida, o que refletiu nesse aumento do número de marcas.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page