top of page

10 DICAS PARA QUEM QUER ABRIR UMA FRANQUIA

Confira nossas dicas para você se tornar um empreendedor de sucesso

Ao buscar por uma franquia para investir é normal ter dúvidas em relação ao caminho a trilhar até achar a marca ideal para o seu perfil. Por isso, vamos listar aqui 10 dicas para quem deseja abrir uma franquia:


1. Faça uma autoanálise criteriosa – Faça a você mesmo perguntas básicas como: “Eu sei me relacionar com pessoas?”; “Eu tenho o apoio da minha família nesta empreitada?”; “Estou disposto a trabalhar aos finais de semana e feriados?”; “Tenho perfil e habilidade para tratar com funcionários e clientes?” e, ainda, “Apesar do negócio ser meu, eu vou ter que obedecer ao franqueador com suas normas e padrões. Estou ciente disto? Irei seguir regras?”.

2. Escolha um negócio que combine com seu perfil – Não pense, apenas, em algo que esteja na moda. Escolha uma atividade que vai te dar prazer, que tenha a ver com o que você gosta. Você deve se sentir bem dentro do seu negócio e ele também precisa ter a sua cara.

3. Analise sua capacidade de investir - Veja quanto você tem disponível para investir nesse negócio. Lembre-se que, além dos valores para investimento, você precisará de uma folga financeira para os primeiros meses de operação. Nem todo negócio consegue atingir o seu ponto de equilíbrio logo após sua abertura, com as receitas cobrindo as despesas.

4. Cuidado com o ponto comercial - Este é um dos itens de maior importância para o sucesso do seu negócio, perde apenas para a escolha da franquia que irá investir. O ponto comercial pode ter maior ou menor influência, dependendo da atividade escolhida.

5. Não se esqueça dos concorrentes - Fique atento à concorrência ao redor do seu ponto comercial. Analise os pontos fortes e os pontos fracos deles, e compare com os seus. Nem sempre um concorrente por perto é negativo, ele pode ser um grande gerador de tráfego que pode beneficiar a sua loja.

6. Conheça o franqueador - Esta etapa não é tão difícil, mas requer cuidado e atenção. Veja há quanto tempo o franqueador está no mercado, quantas lojas franqueadas ele possui, quantas lojas próprias ele opera. Franqueador que não tem lojas próprias, nem sempre está atualizado com o dia a dia da operação. Na loja própria é que ele pode sentir na pele o resultado das suas ações de gestão como franqueador.

7. Converse com os franqueados - Este é o melhor termômetro que você pode usar para medir a temperatura da franqueadora. Visite lojas e converse com os franqueados, veja se tudo aquilo que o franqueador lhe passou, como sendo apoio da franqueadora, realmente foi dado aos franqueados.

8. Analise a circular de oferta e o contrato profundamente - A Circular de Oferta de Franquia é um documento que o franqueador, pela lei 8.955, tem que entregar a você 10 dias antes de você assinar qualquer documento ou realizar qualquer pagamento relacionado à aquisição da franquia. Na COF você encontrará também uma minuta do Contrato de Franquia que você vai assinar caso vá até o fim na sua negociação. Leia também com muita atenção. 9. Não faça nada por impulso - Seja o mais racional possível na análise do negócio que você está entrando. Lembre-se de que nele você colocará suas economias. Nesta hora, decidir por impulso pode ser um péssimo negócio.

10. Entenda bem o seu papel - Siga sempre as normas e padrões definidos pelo franqueador. Não tente “reinventar a roda”. Numa rede de franquias, você tem que atuar conforme estipulado no contrato e franquia. É claro que você pode sugerir e apresentar ideias ao seu franqueador, mas caberá a ele desenvolver, testar, aprovar e implantar para toda a sua rede a sugestão que você apresentou.


Entre em contato com nossos especialistas e tire todas as suas dúvidas.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page